"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

segunda-feira, julho 13, 2015

O Equilíbrio entre ação e fé em Deus



Ensinando pelo humor! No vídeo acima, um trecho da apresentação de Chandramukha Swami durante sua visita ao Ashram de Sri Prem Baba, em Alto Paraíso - GO, onde ele contou uma piada para ensinar aos estudantes a importância de agirmos e ao mesmo tempo confiarmos na Providência Divina.

Namastê!


2 comentários:

Silvano disse...

Meu divino Amigo Gustavo,

Que mensagem preciosa a deste vídeo do qual voce enfatiza “a importância de agirmos e ao mesmo tempo confiarmos na Providência Divina.”

Este é um ponto essencial que deve ser observado com atenção!
Por isso permita-me relembrar o que foi aqui compartilhado no comentário publicado em:
http://busca-espiritual.blogspot.com.br/2013/08/a-vida-impessoal-118.html

Não basta “acreditar”! Para “perceber” é preciso “crer”! O “acreditar” é um tipo de “pensamento”, pelo qual damos crédito, aceitamos como verdadeiro, mas não necessariamente conhecemos o algo ou alguém em quem acreditamos. Se partirmos do “acreditar” em Deus não nos perceberemos em unidade com Deus. O ensinamento compartilhado no Núcleo estabelece esta distinção para enfatizar que é preciso crer para nos percebermos em unidade com Deus; não basta acreditar em Deus, pois, normalmente quem acredita espera... e quem crê age!... Ou seja, quem acredita em Deus espera que Ele faça, e quem crê em Deus faz o que pode fazer... Porque crer em Deus é perceber-se em unidade com Deus, como uma manifestação de Deus; é perceber-se como um instrumento de Deus estando consciente de que é Deus Quem faz!

Namaste

Gustavo disse...

Obrigado pelo comentário, meu divino Amigo!

De fato, aquele que sabe (percebe) que Deus existe, naturalmente irá interagir (agir) com Ele. Que sentido haveria alguém perceber a existência do Divino e não agir em conformidade com a percepção?

É como diz Goldsmith, naquele exemplo que ele costuma dar em seus livros: "Se eu sei (percebo) que tenho 1 milhão de dólares na conta bancária, de que me adiantaria todo esse dinheiro, se eu não tomo a atitude de, agindo em conformidade isso, ir lá e sacá-lo?".

Somente agindo é que a pessoa poderá desfrutar do que está sendo percebido.
E, certamente, a divindade deve gostar que nós tenhamos uma interAÇÃO estabelecida com ela. Por isso, a "percepção" está diretamente ligada à "ação".

Grato pela presença!
Namastê! _/\_