"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

quarta-feira, março 26, 2008

Revelação Divina da Grande Harmonia

(Deus é Amor)
Seicho-no-Ie

"Reconcilia-te com todas as coisas do céu e da terra. Quando se efetivar a reconciliação com todas as coisas do céu e da terra, tudo será teu amigo. Quando todo o Universo se tornar teu amigo, coisa alguma do Universo poderá causar-te dano. Se és ferido por algo, ou se és atingido por micróbios ou por espíritos baixos, é prova de que não estás reconciliado com todas as coisas do céu e da terra. Reflexiona e reconcilia-te. Esta é a razão porque te ensinei, outrora, que era necessário te reconciliardes com teus irmãos antes de trazeres oferenda ao altar. Dentre os teus irmãos, os mais importantes são teus pais. Mesmo que agradeças à Deus, se não consegues, porém, agradecer a teus pais, não estás em conformidade com a vontade de Deus. Reconciliar-se com todas as coisas do Universo significa agradecer a todas as coisas do Universo. A reconciliação verdadeira não é obtida nem pela tolerância nem pela condescendência mútua. Ser tolerante ou ser condescendente não significa estar em hamonia do fundo do coração. A reconciliação verdadeira será consolidada quando houver recíproco agradecer. Mesmo que agradeça a Deus, aquele que não agradece a todas as coisas do céu e da terra não consolida a reconciliação com todas as coisas do céu e da terra. Não havendo a reconciliação com todas as coisas do Universo, mesmo que Deus queira te auxiliar, as vibrações mentais de discórdia não te permitem captar as ondas da salvação de Deus.

Agradece à Pátria.
Agradece a teu pai e a tua mãe.
Agradece a teu marido ou a tua mulher.
Agradece a teus filhos.
Agradece a teus criados.
Agradece a todas as pessoas.
Agradece a todas as coisas do céu e da terra.

Somente dentro desse sentimento de gratidão é que poderás ver-Me e receber a Minha salvação. Como sou o Todo de tudo, estarei somente dentro daquele que estiver reconciliado com todas as coisas do céu e da terra. Não sou presença que possa ser vista aqui ou acolá. Por isso não me incorporo em médiuns. Não penses que, chamando por Deus através de um médium, Deus possa Se revelar. Se queres chamar-Me, reconcilia-te com todas as coisas dó céu e da terra e chama por Mim. Porque sou Amor, ao te reconciliar com todas as coisas do céu e da terra, aí, então, Me revelarei."


(Revelação Divina da noite de 27 de setembro de 1931)
Autor: Masaharu Taniguchi
__________________________________

8 comentários:

Mizi disse...

Muito obrigado por tudo. Você sabe pelo que. Mas principalmente por ter sido compreensivo e indulgente.


Muito obrigado.
Muito obrigado.

Abração do fundo do coração!

Anônimo disse...

Oi Gugu, vim lhe fazer uma visitinha :)

Já conhecia o seu blog antes de te conhecer, gosto do visual light, transmite uma paz gostosa...

"Agradeça todas as coisas do céu e da terra"

Muito obrigada Gugu.


Bjs da amiguinha mais véia, Fiat Lux.

Gugu disse...

Muito obrigadi pela visita, Fiat!
Vc é sempre bem-vinda! =)

Cris disse...

Guguzito, eu conheço um pouco da Seicho No Ie...e já sabia dessa parte da gratidão.
Acho interessantes os preceitos dessa igreja, embora eu não entenda alguns muito bem...
Me diz uma coisa, tu colocou bastante coisa dessa igreja, pq? Está frequentando?

Bjoca

Pompeo Marques Bonini disse...

Procurei e achei a oração do mestre Taniguchi...
Muito obrigado por postar esta oração maravilhosa ao som deste musico explêndido... Vamos buscar sempre a luz, sou um estudante aficcionado por Xintoismo, Budismo e outras crenças Japonesas e Chinesas, também exerço atividades como escritor, todas de caráter espiritualista, gostaria de convidar os idealizadores deste blog e seus visitantes para conhecerem os estudos que desenvolvo em:
http://www.religiaoteoriaepratica.com

Anônimo disse...

Esta oração da Seicho-No-Ie vem do espírito de gratidão.
Este proceder remete a uma das principais contribuições do confucionismo à religiosidade japonesa: a noção de hôtoku, ou seja, a necessidade de sentir gratidão.

Fale a pena "mergulhar" no sentimento de gratidão pois se encontrará grandes verdades. Na Seicho-No-Ie chega-se em alguns casos orientar adeptos frente a seus problemas em pronunciar no dia mil vezes "Muito Obrigado".
Entendo que a anulação do ego tão presente em filosofias orientais tem em seu caminho o sentimento de gratidão.

Saudações

Gilberto

Gugu disse...

Muito obrigado por sua participação, preletor!


Realmente, o estado de gratidão é o caminho para conseguir "encontrar" e realizar o Ser que já somos. Nossa verdadeira Identidade (divina) é plena e auto-suprida. Não necessita de nada, já possui tudo. Daí, não há outro estado de existência do Ser somos senão um estado real de gratidão, comemoração/desfrute/deleite, pois tudo o que o Pai tem é nosso. Tendo essa conscientização, como não sentir gratidão por todas as coisas?

Buscar sentir gratidão é um caminho para mergulharmos em nosso Ser e encontrarmos Deus... assim como buscarmos manifestar e viver o Amor. Todos os substantivos que expressam/representam Deus (gratidão, amor, harmonia, etc.) são caminhos para Ele. Se pudermos usá-los como indicações para o caminho, estaremos andando na trilha certa.

Muito obrigado por sua valiosa contribuição.

E obrigado por sua presença.

Grande Abraço.

Semprini disse...

Este planeta azul chamado terra, da maneira como o vemos no blog, nos faz ao mesmo tempo pequenos bem como, inseridos no TODO. O que é ruim para o planeta,o mesmo será para mim e para todos, o que favorecer a TERRA, receberemos os benefícios. Estamos interligados pelo emaranhamento quântico, a energia do AMOR. O girar é tão somente para saberemos que tudo é passageiro e muda se deixarmos o fluir do AGORA ETERNO.

Namaste

MUITO OBRIGADA

Silvinha