"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

segunda-feira, novembro 29, 2010

Oração Absoluta


Dárcio Dezolt


Em última análise, toda oração objetiva dar fim à dualidade ilusória, que admite a Mente de Deus ao lado de “mente humana”. Os estudos revelam que “as coisas vistas pela mente humana são todas ilusórias”, e, também, que esta própria mente humana não existe! O processo ilusório é hipnótico, fazendo alguém se mostrar envolvido com a “mente que não existe” e também com todas as ficções que ela lhe apresenta. As formas de orações existem sob os mais diversos graus de percepção. Há o tipo de oração em que a pessoa aceita ter a mente humana, e entra em silêncio para esta mente receber inspiração, paz, boas ideias, etc. Há o tipo de oração em que a pessoa louva a Deus, repete mantras, e busca, desta forma, “entrar” em sintonia com Deus. São inúmeras as formas de oração, e cada uma cumpre certo objetivo com o seu valor e com seu grau de profundidade.

Quando estudamos a Verdade absoluta, objetivamos, também, fazer uma “oração absoluta”
. Esta consiste em discernirmos, sem esforço algum, que “não existe ninguém orando”, mas existe somente O UNO SENDO! Nesta “oração absoluta”, não são usadas palavras nem pensamentos, pois, seriam a “mente humana em ação”, o que, no caso, seria pura ilusão. A “oração absoluta” é aquela em que a pessoa inicia a “Prática do Silêncio” já percebendo que inexiste “outro eu”, chamado humano, para contatar Deus ou para poder meditar e se ver “um com Ele”. É uma percepção direta e imediata de que “DEUS É; logo, EU SOU!”. Quanto menos permanecer a crença de que “há alguém orando”, pela percepção suave, direta e clara de que, “Como Deus É, Eu SOU”, mais a Verdade absoluta estará sendo discernida. Isto porque não existe mente humana meditando e não existe Mente divina meditando! Estas aceitações são dualistas! Podem ser úteis em alguns casos; porém, a real percepção da Verdade está em simplesmente percebermos “DEUS SENDO A MENTE QUE É”, o que, em cada ser individual, é “DEUS SENDO A MENTE QUE “EU SOU”. Esta é a “oração absoluta”, que, entendida, será vista como “oração sem ninguém orando”.

Há vezes em que a pessoa não se sente praticando diretamente a esta “oração absoluta”. Mesmo que ela já o tenha conseguido em outras ocasiões, numa outra, um suposto envolvimento com o ilusório “mundo de aparências” poderá atrapalhá-la, por prender-lhe a atenção aos problemas e situações do mundo. E, é quando a Ciência Mental precisa ser aplicada momentaneamente, até que ela sinta a “sugestão hipnótica” ceder e ir se reduzindo ao “nada” que sempre foi. As afirmações de que “Deus é Tudo” e de que “ilusão é nada”, ou a contemplação de Verdades contidas numa citação bíblica vinda à lembrança, por exemplo, serão válidas e muito úteis, quando esta necessidade for sentida. Mas que esta fase, nas orações, sejam vistas apenas como “preliminares”, como “ajuda inicial” para que a “oração absoluta” seja praticada, ou seja, para que nas “contemplações”, estejamos realmente conscientes de que “não há ninguém orando”, mas sim, um Infinito SENDO, e, que , como “DEUS É, EU SOU!”.

3 comentários:

Albae Aureae Lux disse...

Aqui venho compartilhar a Verdade contida nestas palavras, pois elas vibram profundamente em mim!! Vibram, vibram, vibram!! Infinitamente!! Absolutamente!! Não tenho meios para expressar com fidelidade o sentimento impactante que elas fizeram aflorar do mais profundo de meu Ser. Só posso agradecer eternamente ao autor deste maravilhoso texto, e a Deus, a Energia Criadora Universal, a única Onda que tudo permeia, o "Todo de Tudo". Gratidão!! Gratidão!! Gratidão!!

Gugu disse...

Gratidão pelo seu depoimento!

Sim, o propósito máximo deste blog é exatamente esse, de promover na consciência das pessoas o alcance dessa experiência de estado máximo e único de UNIDADE, EU SOU.

Suas palavras me deixam muito feliz e satisfeito!

Grande Abraço,
Namastê!

Albae Aureae Lux disse...

Sim, isto é tão importante, tão essencial, que não podemos deixar de compartilhar com o maior número de pessoas. Portanto, coloquei o seu texto no Facebook, com os devidos créditos a este blog, é claro.

Eis o link para acessar a postagem:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=552643654784070&set=a.522823914432711.1073741826.518466531535116&type=1&theater

Não se pode encobrir a magnífica Luz da Verdade e, sim, deixá-la expandir-se cada vez mais.

Eterna gratidão!!!