"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

quarta-feira, setembro 09, 2015

UNIDADE - CIÊNCIA - ESPIRITUALIDADE

video
- Oneness -
- Sri Bhagavan - 


É possível que o método de meditação de Albert Einstein, que ele chamou de seus "Experimentos Mentais", seja uma conexão com os seus "Registros Akáshicos”? Poderiam os “Registros Akáshicos” terem sido fonte de inspiração por trás do mundo do gênio? Se sim, como poderia tal plano metafísico de conhecimento existir? A resposta pode ser encontrada em uma das muitas teorias de Albert Einstein.

Em 1935, Albert Einstein publicou um artigo sobre "Emaranhamento Quântico". Ele teoriza que uma partícula dividida em duas partes, ambas, continuam interligadas uma a outra, mesmo quando separadas por vastas distâncias. O experimento mostra que duas partículas separadas no espaço e tempo demonstram uma "Conectividade". Se você alterar a rotação de uma partícula, a outra partícula irá também mudar sua rotação. Então, é uma forma de comunicação instantânea, é o que Einstein se refere como "Comunicação a distância assustadora". O que temos que lembrar é que somos feitos de "POEIRA ESTELAR". Todo nosso corpo é composto de material que está aqui desde antes do início dos tempos, e estas partículas que consistem de cada uma, e toda a partícula, contém o conhecimento do Universo. Não é só real, mas pode nos explicar muita “estranheza” neste mundo. Que nós continuamos sem entender e chamamos de “paranormal". 

(Oneness University, Índia)




Sri Bhagavan: A raiz de todo sofrimento é o senso de separação da existência.

Temos uma consciência divisiva que percebe as coisas como o "Eu" e "Não Eu". O “Meu” e o “Não Meu”. Como "Meu Povo" e " O Seu", como "Minha Nação" e "A Sua". Dividindo todas as coisas, nos sentimos ameaçados pelo outro.

O medo, por sua vez, traz guerra, conflitos e outras formas de violência Estamos, então, atrás de redenção? Devemos continuar sendo um bando de filósofos pessimistas? Ou espectadores apáticos lamentando nossa destruição coletiva? Não necessariamente.

Nós, como raça humana, estamos à beira de uma transição colossal, de uma Separação para uma Unidade. Nós devemos Despertar das Trevas à Luz, da Inverdade para a Verdade. Nós percebemos a Unidade de todas as coisas vivas. Embora cada um de nós possa viver diferentes vidas, localizados distantes uns dos outros em tempo e espaço. Emocionalmente e Espiritualmente somos “UM”.

Há apenas UM corpo. O que acontece para os animais, nos mares, acontece para nós, homens e mulheres. O que acontece nas florestas, acontece para nós em nossos corpos, visto que nossos corpos e árvores são feitos da mesma terra. Não são os nossos corpos de pó em movimento dotados de inteligência? Um esforço consciente junto a cura da terra se manifestará como cura final em nossos próprios corpos.

Existe apenas uma Mente. Esta é a Mente que fluiu através dos nossos antepassados, nós por sua vez continuaremos a viver através das nossas crianças e seus descendentes. O tormento coletivo do medo sofrido por nossos próprios irmãos em uma parte do mundo, se manifestará como pesadelo para alguém que esteja dormindo ou acordado em algum lugar do mundo. Os nossos prazeres e dores estão interminavelmente interligados. Nós somos “UM” e não podemos continuar a viver mais em uma ilusão de Separação.

Há apenas UMA Consciência. Nós vivemos em um Universo Holográfico. Cada Despertar Individual para a Unidade está afetando automaticamente algumas milhares de pessoas, empurrando-as para o único caminho alternativo de experienciar a realidade. A nossa experiência de realidade tem mudado e nós continuaremos a descobrir novas maneiras de viver e amar. Nós devemos criar um Planeta melhor no presente e no futuro. Este é o nosso destino compartilhado.

O despontar dessa nova civilização, a qual podemos chamar de “Uma Era de Unidade” é o único fato explosivo de nossa vida. Temos um destino para criar um estado de consciência que é ”Unidade com TUDO o que é”.

Como consequência desse estado interior do homem, mudanças ocorrerão no mundo externo que traria o que chamaríamos de “A Era Dourada”. A Era da Unidade e a Era Dourada são complementares uma e outra. A Era da Unidade representa o que vai acontecer INTERNAMENTE e a Era Dourada o que vai acontecer EXTERNAMENTE. O advento da Era Dourada verá um mundo onde não existem fronteiras nacionais, onde toda a humanidade se torna UMA FAMÍLIA. As pessoas não sofrerão de um senso de QUERER. Não haverá prosperidade de um país ou de outro, mas do Globo Inteiro. Isto irá acontecer em breve.

A Era Dourada é para TODA HUMANIDADE. Não é Capitalismo, não é Comunismo, Socialismo ou Humanismo Radical. O que vamos ver é um mundo totalmente diferente, onde não há Competição, mas apenas Cooperação. Será uma HUMANIDADE e cada um de nós, lembremo-nos, tem um papel na criação deste destino para o Homem que somos nós mesmos.


PERGUNTA: "Bhagavan, você poderia, por favor, nos esclarecer o sentido da palavra "ONENESS (UNIDADE)"?

Sri Bhagavan: Existem vários níveis de Unidade.

Vamos primeiro olhar para Unidade dentro de si mesmo.

Agora, você não é individual. Você está dividido por dentro. Você é uma multidão por dentro. Você, que é filho ou filha de fulano de tal, o pai, o marido ou o amigo de fulano de tal. Você que é o empregador ou a entidade patronal de fulano de tal. Há tantos seres que estão dentro falando todo o tempo. Então, novamente, há o seu consciente e o seu inconsciente. O ser autêntico e o ser inautêntico, todos dialogando ao mesmo tempo. VOCÊ É ESSE DIÁLOGO. Quando o diálogo é encerrado você se torna Um internamente. Sozinho significando TODOS EM UM. Não há mais divisão.

No próximo nível, você irá encontrar Unidade com seus companheiros, os seres humanos.

No terceiro nível você vai descobrir que você é Um com a terra, a árvore, a água e o céu. Você é Um com a Natureza.

Você descobre que Você e o Universo são Um.

Automaticamente, você descobre que você e Deus são Um.

Você descobre que Você é Deus.

Tenho a intenção de levar você passo-a-passo para a UNIDADE DEFINITIVA.


Nenhum comentário: