"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

sábado, maio 05, 2012

O Caminho para sorver a Vida Infinita - 01

Masaharu Taniguchi


É falsa a afirmação de que, "para salvar a humanidade, nós precisamos pensar na doença, proferir palestras acerca de doenças e pesquisar sobre elas." Como a doença e a desgraça não são produtos de Deus, elas não podem ser existências reais. Ninguém pode ter qualquer conhecimento verdadeiro sobre a doença ou a desgraça, porque não podemos conhecer algo que na realidade não existe, e, mesmo que estudemos esse resultado da ilusão, não nos é possível conhecer cientificamente a Verdade. A pessoa que, esquecendo totalmente as doenças, conheceu o Mundo da Imagem Verdadeira (Jisso) tal qual foi criado por Deus é, em verdade, o maior médico do mundo, superior a um doutor que conheceu tudo sobre a doença, produto da ilusão humana.

Caro leitor, imagine um pouco o mundo da Imagem Verdadeira - só ele é o mundo que realmente existe. No Mundo da Imagem Verdadeira (Jisso), todas as coisas manifestam a Sabedoria de infinita, o Amor infinito e a Vida infinita de Deus, do modo mais mavioso, mais belo e perfeito possível, tal qual foram criados por Deus. O mundo que percebemos com os cinco sentidos não é o mundo da Imagem Verdadeira a que me refiro. Nele, devido às inúmeras lentes mentais, às vezes ocorrem refrações e confusões, as imagens se sobrepõem umas às outras e, como consequência disso, observa-se um aspecto tal que A prejudica B, B domina C, e C atormenta D. Mas, como este mundo que vemos através dos cinco sentidos é o mundo do falso aspecto, das falsas aparências, tudo o que existe nele se transforma e se modifica infinitamente, não havendo uma coisa que seja verdadeira. Aquele que se apega ao mundo das falsas aparências, considerando-o real, caminha junto com o que não é existência real, que não é Verdade, que usa o disfarce de existência real. Assim, em sua existência há dor, há doença, há desgraça e há morte. Enquanto nos apegamos ao falso aspecto, acreditando que seja real, somos obrigados a viver sempre no mundo da ilusão, sofrendo esses infortúnios. Viver eternamente no mundo da ilusão significa viver à mercê da ilusão propriamente dita. Em oposição a isso, no mundo da Imagem Verdadeira não há doença, morte, angústia ou sofrimento. Nele, a doença, a morte, a angústia e o sofrimento não podem ser encontrados. Tais coisas não existem no mundo da Imagem Verdadeira. Portanto, deixando nossa mente viver livre no mundo da Imagem Verdadeira, não seremos atormentados por essas desgraças. Conhecer a Verdade é apreender vivenciando a Imagem Verdadeira de nossa própria Vida; é captar com exatidão o mundo Eterno da Imagem Verdadeira.

Captar com exatidão o mundo da Imagem Verdadeira é sentir diretamente todas as coisas nele existentes, exatamente como as "Mãos de Deus" as criou, no seu estado original, imaculado, sublime, perfeito e harmonioso. Apreender a Imagem Verdadeira da própria Vida é viver sem se prender ao aspecto falso irreal, do mundo presente.

Caro leitor, assim como Deus é perfeito, no mundo por Ele criado somente aquilo que é perfeito é verdadeira existência. Por isso, no mundo da Imagem Verdadeira a doença não pode existir, porque ela não é o aspecto perfeito criado por Deus. E também, no mundo da Imagem Verdadeira, os infortúnios não podem existir, porque o infortúnio não seria produto digno da criação de Deus. Quando nós adentramos o mundo da Imagem Verdadeira, tal qual foi criado por Deus, vemos todos os infortúnios serem expulsos para fora do portal. Adentremos o portal da Verdade; o lar da Verdade - a ele denominamos Seicho-No-Ie (Lar do Progredir Infinito). Abramos o portal da Verdade e mergulhemos na Imagem Verdadeira, que assim seremos libertos de todo tipo de infortúnio. Nesse instante, já não teremos um pingo sequer de deficiência; nesse momento, estaremos totalmente libertos de quais quer infortúnios.

Há inúmeros meios de conseguirmos saúde ou felicidade momentânea, satisfação parcial ou liberdade limitada. Mas a conquista da saúde perfeita e eterna ou da liberdade irrestrita e universal tal qual é a Existência real só será possível se abrirmos a porta da Imagem Verdadeira da Vida, isto é, se conhecermos o aspecto real da Existência e não nos afastarmos do mundo da Imagem Verdadeira nem por um segundo. Nós não temos outro caminho melhor que este para alcançar a liberdade perfeita e completa. Este, sim, é o melhor caminho para conquistarmos a saúde infinita. Não somente no que se refere à saúde, mas também no que diz respeito à Vida, inteligência, riqueza, capacidade e em todos os demais campos, não há canal melhor que este para receber o fluxo infinitamente abundante. Se compreendermos realmente a Verdade, não haverá necessidade alguma de percorrer outros caminhos. Conhecendo o ponto principal, tudo estará sob o nosso controle. Se recorrermos a outros meios sem conhecer o ponto principal, mesmo que consigamos algum resultado, este não passará de um "fragmento". Quando abrimos a porta da Imagem Verdadeira, imediatamente descobrimos o "todo". Veja a Imagem Verdadeira; o mundo da Imagem Verdadeira está totalmente provido de todas as coisas boas para nós. Nele não existe uma coisa sequer que não seja boa para nós.

O método mais simples de encontrar a porta que, ao ser aberta, faz introduzir no mundo fenomênico o aspecto perfeito e próspero exatamente como é a imagem Verdadeira, tornando-o realidade, é contemplar corretamente o aspecto verdadeiro da realidade e da nossa própria Vida através da prática da Meditação Shinsokan. Enquanto observamos as coisas através dos cinco sentidos, a nossa consciência não vê a Realidade, e é ludibriada pelo fenômeno, ou seja, imagem falsa. Por mais que vejamos através dos cinco sentidos coisas que pareçam ser a Verdade, ainda não estaremos vendo nada mais do que o mundo do fenômeno, a existência falsa e transitória. Mas quando mudamos a direção da nossa mente e contemplamos a Imagem Verdadeira das existências, isto é, quando contemplamos a essência harmoniosa e completa que jaz nas profundezas de todas as pessoas, coisas e fatos, a nossa consciência capta a Imagem Verdadeira. Despertamos para o fato de que estamos ligados, preenchidos e envoltos pela Imagem Verdadeira de todas as coisas e pela Imagem Verdadeira da Vida. Vemos nitidamente a perfeição da Vida da Imagem Verdadeira e preenchemos nossa mente com todas as coisas boas inerentes à Imagem Verdadeira do homem, que é Deus. Quando isso acontece, tudo que é saudável, perfeito e bom pertencente à Imagem Verdadeira do homem - isto é, Deus - se manifestará globalmente em toda nossa existência, de acordo com a lei da materizalização dos pensamentos. Portanto, sendo a Imagem Verdadeira originária do homem a saúde eternamente perfeita, esta saúde atravessará todo o nosso organismo e se tornará realidade.

Enquanto morarmos no mundo da Imagem Verdadeira, ou seja, enquanto mantivermos com firmeza na mente o mundo da Imagem Verdadeira, nenhuma célula sequer do nosso corpo conseguirá adoecer, e sofrimento ou tristeza não poderão penetrar em nosso coração por um instante sequer, nem como sombra. Se os tecidos do corpo carnal com vida não apodrecem nem se desintegram como matéria, é porque estão sendo mantidos pelo poder da mente. Se o estado do corpo carnal está sendo conservado devido ao poder da mente, podemos dizer que o corpo carnal tem dentro de si a mente. Por isso, aquilo que entra em nossa mente, seja o que for, poderá infiltrar-se na mente de todas as nossas células. Se nós conscientizamos compenetradamente a Imagem Verdadeira perfeita da nossa própria Vida, a qual pertence ao mundo da Existência real, essa idéia que se infiltra em nossas células torna-se saudável, e a concepção da saúde absoluta acaba por reparar todas as nossas células, todos os tecidos do nosso corpo. Isto porque todos os tecidos do corpo carnal são governados pela mente. Se, desta maneira, permanecer compenetradamente no mundo da Imagem Verdadeira, o homem do mundo fenomênico refletirá o mundo iluminado da Imagem Verdadeira, e em todos os seus aspectos manifestar-se-ão coisas boas, dentre as quais a saúde perfeita, que não passa de uma delas. Por isso, permanecendo compenetradamente no mundo da Imagem Verdadeira e reconhecendo sempre a Imagem Verdadeira da nossa própria Vida, não há necessidade de nos preocuparmos com o corpo carnal. Aliás, se considerarmos o corpo carnal como algo distinto da verdadeira existência, preocuparmo-nos, recorrermos a artifícios e nos apegarmos a ele, isso poderá impedir-nos de atingir a consciência perfeita da verdadeira existência.

Se você visualizar, durante a prática da Meditação Shinsokan, a Vida perfeita e harmoniosa do homem como sendo uma de suas faces e, simultaneamente, o corpo carnal como sendo a outra face, assim mentalizando que a Vida de Deus, que é Espírito, flui para dentro do recipiente chamado corpo carnal, estará admitindo duas existências distintas no homem - uma perfeita e outra imperfeita -, não podendo dizer que esteja praticando a Meditação Shinsokan perfeita. Enquanto considerarmos o corpo carnal como uma existência imperfeita em contraposição à verdadeira existência, não se pode dizer que conhecemos realmente a Imagem Verdadeira da Vida. Aliás, justamente porque possuímos tal visão do homem é que surgiu uma série de doenças em nossa vida. No mundo da Imagem Verdadeira, ou seja, no mundo da verdadeira existência, o homem é um ser uno: só existe o homem sublime, que é Espírito. Não podemos considerar o nosso corpo carnal como uma existência distinta da Imagem Verdadeira. O que de fato existe é unicamente o "eu", que é o sagrado filho de Deus; o corpo carnal é apenas projeção dessa essência sagrada, e não uma existência que se contrapõe à Imagem Verdadeira.

O homem verdadeiro - isto é, o aspecto originário do homem - jamais deixou de ser saudável. O homem da Imagem Verdadeira foi sempre saudável e continuará sendo saudável, porque o aspecto originário do homem é filho de Deus. Então, o corpo carnal, o que seria? O corpo carnal também não é algo distinto do aspecto originário do homem. Assim sendo, ele só pode ser igual a esse aspecto originário em todos os sentidos. Se o corpo carnal mostra-se imperfeito, a causa disso está no filme mental. Se o corpo carnal do homem, que é projeção, não está revelando a saúde perfeita, o aspecto originário do homem, é porque existem manchas no filme mental. Portanto, o meio de curar a doença do corpo carnal não é corrigir a imagem projetada, mas sim retirar a mancha que há no filme. Se agirmos no sentido de retirarmos a mancha do filme da "mente" para projetar corretamente a Imagem Verdadeira da Vida, a imagem projetada (corpo carnal) voltará à perfeição do filho de Deus, da Imagem Verdadeira. É nisso que consiste o caminho da cura espontânea, suprema e perfeita, bem como da liberação do homem que é verdadeiramente livre.

O aspecto originário do homem, ou seja, a Imagem Verdadeira do homem é perfeita. A "mente" é o filme que deve revelar a perfeição desse aspecto originário, e a imagem revelada é manifestada na tela chamada mundo fenomênico, em forma de homem concreto, visível aos olhos carnais. Mas essa manifestação nem sempre é igual ao aspecto original. Quando o homem carnal não está revelando corretamente a perfeição da Imagem Verdadeira, geralmente designamos esse fenômeno de "desgraça" ou de "doença", e tentamos eliminar esse aspecto imperfeito atuando diretamente sobre ele. Nós, na maioria das vezes, tentamos recuperar o homem carnal retificando a situação manifestada na tela do mundo concreto, desprezando a causa (filme mental). Em outras palavras, tentamos purificar o curso da água, sem purificar a nascente. Como consequência disso, cria-se uma série de movimentos pró-recuperação e métodos de cura complexos. Esses movimentos concretos e inúmeros métodos de cura procuram eliminar a própria desgraça ou doença através da sintomatologia, mas não conseguem aniquilar uma causa sequer. A única eficácia conseguida é atenuar momentaneamente o medo da pessoa e com isso impedir o avanço da consequência. Por mais que tentemos atuar sobre o fenômeno, não conseguimos mais do que um paliativo; portanto, enquanto não aprendermos como eliminar a causa, não conseguiremos a libertação digna do homem verdadeiro.

Como a causa encontra-se no filme da "mente", precisamos retirar dele todas as manchas. Quando o fazemos, a nossa imagem neste mundo fenomênico - homem carnal - é projetada com saúde perfeita, exatamente igual à da nossa Imagem Verdadeira, que é "Deus". Quando a mente projeta perfeitamente o Aspecto Real do homem, o homem fenomênico manifesta a perfeição do seu aspecto originário; o "homem-carnal" torna-se perfeita cópia do "homem-Imagem Verdadeira", isto é, torna-se o ser que foi feito à imagem de Deus.
Cont...


Do livro "A Verdade da Vida, vol. 08", pp. 87 à 94


7 comentários:

Anônimo disse...

astros, planetas, sóis, universos que diz a ciência existirem, tudo é energia condensada, agregada? A matéria não existe na forma como a vemos, mas sim tudo em forma de energia primária , que transcende o próprio vácuo. O mundo da imagem verdadeira não seria o mundo da energia pura, do éter, donde tudo por ser manipulado, criado? A fonte dessa energia desconhecida e imaginada pelos sentidos é Deus, conceito humano?

Gugu disse...

O mundo da Imagem Verdadeira transcende esse "éter" de onde se origina o vácuo e a matéria (estrelas, sóis, universos, etc.). Em última instância esse "éter" é a substância da mente que, através dele, projeta a matéria chamada mundo material, planeta material, estrela material e universo material. O universo da Imagem Verdadeira é de substância espiritual, e não é um mundo de "pura energia a partir do qual tudo pode ser manipulado", mas um universo vivo, dinâmico, inteligente, e cheio de diversidade. Apesar da riqueza de diversidade, tudo é Deus aparecendo como e Se expressando. O universo material é uma espécie de "reflexo" disso, então, quando surge, o faz de forma a também aparentar ser um universo dinâmico, inteligente e diversificado. Para se conhecer o Universo da Imagem Verdadeira, só por (auto)revelação. Daí a importância do ensinamento absoluto e das práticas absolutas.

Grande Abraço!

Anônimo disse...

Portanto, o meio de curar a doença do corpo carnal não é corrigir a imagem projetada, mas sim retirar a mancha que há no filme. Se agirmos no sentido de retirarmos a mancha do filme da "mente" para projetar corretamente a Imagem Verdadeira da Vida, a imagem projetada (corpo carnal) voltará à perfeição do filho de Deus, da Imagem Verdadeira. É nisso que consiste o caminho da cura espontânea, suprema e perfeita, bem como da liberação do homem que é verdadeiramente livre.

Por que ocorre a mancha no filme??

Gugu disse...

Olá,

As manchas que aparecem no filme são condizentes com a natureza dos pensamentos que a mente da pessoa está tendo. Então, se ocorre mancha no filme, é porque a pessoa pensa idéias que produzem "manchas". Ideias negativas, distorcidas, dissociadas da natureza de Deus e de Seu Reino. E se a mente ficar impressionada com ideias negativas, então será isso que ela irá projetar, pois a mente tem a função de projetar (fora) o que se encontra dentro.

Grande Abraço!

Gugu disse...

Aqui vai uma resposta mais completa, e mais fiel à Verdade. Este trecho, que constitui a resposta de sua pergunta, está na própria série postada, na parte 4.

O texto, aqui, está falando em "poeira", mas você pode substituir a palavra "poeira" por "mancha". A mente fica manchada quando nela há o acúmulo de "poeiras".

Segue o trecho do texto:


"Quando aprendemos que os estados imperfeitos existentes no mundo fenomênico, sejam infortúnios ou doenças do corpo carnal, surgem porque a Vida interior, que originariamente é perfeita, está se refletindo no espelho da mente cheio de poeira, e que tal imperfeição não passa de imagem distorcida e embaçada, talvez certas pessoas digam que a causa de todas as doenças está na mente ou, em outras palavras, que a mente está doente, não o corpo carnal. Mas, na verdade, como a mente em si é a nossa substância e é algo vindo de Deus, de maneira alguma pode estar doente. É importante saber isso.

O espelho da mente está simplesmente com poeira acumulada em sua superfície; portanto, não é o espelho em si que causa a imperfeição. Como o espelho da mente, ao ser produzido, foi criado em estado perfeito por Deus, não há deficiência no espelho propriamente dito. Mesmo que nossa mente apresente em sua superfície alguma imagem distorcida, a mente em si continua sendo perfeita. A mente, seja ela de quem for, na essência é sempre produto da Mente de Deus; assim sendo, nada pode deformá-la. Se conscientizarmos essa Verdade, compreenderemos que a mente do homem é na realidade sempre correta, sempre perfeita e sempre equilibrada. Por isso, caro leitor, não pense que sua mente esteja doente. Nem no passado, nem no presente, nem no futuro, a mente jamais pode adoecer. A doença não consegue penetrar na mente do homem, que é eternamente perfeita desde o princípio da criação. Portanto, não considere a sua mente como causadora da doença, nem que a causa da doença estava oculta dentro de sua mente! A mente do homem, que na essência é a Mente de Deus, não pderá ser causa de doenças nem ser a portadora delas. Quando isto for plenamente conhecido pelos homens, eles se tornarão totalmente livres."

Grande Abraço!

Anônimo disse...

Olá, sei que todos tem a Imagem verdadeira e todos são filhos de Deus.

Anônimo disse...

Olá. Meu marido afirma que não quer te filhos porque tem certeza que será deficiente, deduz pelos abortos provocados pelas ex-namoradas dele, eu tenho o desejo de ser mãe e ele também tem esse desejo, ele já tem um filho de 22 que não foi criado com ele, meu marido é perfeccionista e tem uma família complicada , seus irmãos de sangue por parte de mãe: uma é prostituta, o outro está preso por latrocínio a outra leva uma vida mais normal, trabalha e tem 2 filhos. Sua mãe foi rejeitada pela mãe que era prostituta, foi colocada na frente de uma casa cujos pais ficaram com ela, Depois se enolveu com o pai do meu marido quando nova, e teve meu marido. ~Minha sogra teve uma vida toda conturbada e sempre só se preocupou com o agora, vida boa, passeios, dinheiro, jóias e ostntação, meu marido só tem recordações ruins dela, batendo nele, pegando o dinheiro dele, maltratando-o. Acredito na Imagem Verdadeira, tento as vezes não consigo focar na Imagem dela. Ele não consegue. Hoje ele paga o aluguel pra eles (mãe e padrasto) e esses dias ela vai falar que ele tem obrigação disso. Meu marido é corretíssimo, justo, sincero...um excelente homem. Fico com isso martelando em minha cabeça "todos estão ligados entre si", todos são irmãos. Afinal o que leva um casal a ter filho deficiente, por favor.
Obrigada.