"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

domingo, junho 30, 2013

Onde está Jesus?

 - Núcleo -
 

Onde está Jesus ?
 
Para a percepção mental, para a qual existe tempo e espaço, Jesus viveu há dois mil anos e foi condenado a morte por crucificação. Mas, o Cristo que ele personificou é imortal; Ele é a Consciência de Deus em nós. Cristo está vivo em nós! A percepção de Deus em nós nos torna conscientes da condição de "Filhos de Deus", como Jesus Cristo referia a si mesmo. Ele expressou de várias formas e muitas vezes essa percepção de que Deus está em nós.
 
Para ativarmos essa percepção é preciso desejarmos estar com a atenção voltada para a realidade divina em nós. Na Bíblia está escrito: "Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, cogitam das coisas do Espírito. Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, dá para a vida e paz." (Rm 8.6). Assim, nossa atenção pela realidade humana, as preocupações do mundo, a realidade percebida pela mente, nos induz a estarmos inconscientes da realidade divina da qual somos expressão. Isso é o que dá para a morte. Em realidade estamos em Deus, somos a evidência da presença de Deus. Essa é a percepção que "dá para a vida e paz".
 
A percepção da mente do personagem, que estamos representando, nos faz acreditar na verdade de que "somos do mundo"...  Contudo, a percepção da Consciência do Ser, que realmente somos, nos faz conscientes da verdade de que nós deste mundo não somos.
 
Então, onde está Jesus?
 
Alguns dizem que Jesus foi o homem que morreu há dois mil anos e que tinha esse nome, e que Cristo foi o espírito de Deus que Se expressou através de Jesus. Essa é uma explicação mental. Contudo, nenhum homem tem vida em si mesmo. A vida é de Deus. O homem consciente desta realidade sabe que não tem vida separada de Deus. 
 
Aquele que não está consciente desta realidade está condenado a viver a vida que imagina. A Bíblia chama a condição em que se encontram estas pessoas de "escravos do pecado"... Pecado é ignorar que o Espírito Santo existe e que está em nós, em nossa realidade divina. Estes que não ignoram esta realidade da verdade divina, são os chamados filhos de Deus. 
 
Na Bíblia está assim escrito: "Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente vivereis. Pois, todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus." (Rm 8.13-14).
 
Aqueles que interagem com o Espírito de Deus, que ouvem a voz da Consciência divina, e que a seguem, são os chamados filhos de Deus. É esse Espírito de Deus em nós quem nos conscientiza de que somos filhos de Deus. Na Bíblia revela que: "O próprio Espírito testifica com nosso espírito que somos filhos de Deus" (Rm 8.16). No Núcleo nós dizemos que: é a Consciência do Ser (Espírito) quem revela à mente do personagem (nosso espírito) o que realmente somos.
 
Então, voltando à questão inicial, onde está Jesus?
 
Jesus é o revelador da verdade de que o Espírito Santo, o Espírito de Deus, existe em nós! O que faz essa "mediação", essa "ponte" de percepção entre a realidade que vivemos, a realidade humana, que percebemos mentalmente, e a realidade divina, que podemos perceber consciencialmente, esse é Jesus, o Cristo, chamado "mediador entre Deus e os homens". Sem essa mediação, sem essa ponte de percepção entre as realidades, não acendemos à percepção de que Deus é a nossa verdade. É na dimensão consciencial que encontramos o Cristo vivo!
 
Para os homens, Jesus morreu há dois mil anos na dimensão humana percebida pela mente (mundo da representação). Mas, ele pessoalmente respondeu com ênfase que: "Antes que Abraão existisse Eu Sou". Jesus deixou claro que existia antes de Abraão, ou seja, ele existia antes de haver nascido como Jesus. Isto é real. Ele está em nós, na realidade da Consciência do Ser, que somos.
 
Para despertar a percepção consciencial precisamos ativar essa interação com o Cristo que vive em nós. Se não Ele continuará sendo um ponto inacessado em nossa consciência.
 
Essa interação se faz em três etapas: pelo silêncio, pela oração e pela meditação. Pela oração nós falaremos com Deus e pela meditação nós O ouviremos. Contudo, não devemos começar pelo fim, mas pelo início...
 
A primeira etapa fundamental é o silêncio. Trata-se de um tipo especial de silêncio, um silêncio contemplativo. Antes de falar com Deus, fique em silêncio, e conscientize-se do ato que está por fazer: Falar com Deus. Depois, ore. Das orações possíveis, escolha se possível a oração de agradecimento. Faça novamente silêncio. Ouça! Dê uma chance para que Deus fale com você. Medite. Meditar é perceber consciencialmente. Enquanto houver "vozes" falando com você, isso ainda não será a voz de Deus, mas apenas vozes mentais.
 
A voz de Deus tem a característica de ser inconfundível. Enquanto houver dúvidas tenha a certeza de que essa não é a voz de Deus. A "voz de Deus" nem sempre são "palavras". Ela se manifesta como uma percepção clara. Por exemplo, nesse exato momento Deus, a voz do Ser em Mim, me revela que este texto aqui é muito importante para alguém e que ele deve ser publicado.
 
Eu, o personagem, não teria necessidade alguma de estar enviando isso. Muitas vezes escrevo e não envio, apenas interajo com Deus, e me realizo simplesmente assim. Mas agora estou "consciente de que" (poderia escrever "estou ouvindo que", mas eu não ouvi nada, apenas "percebi" ) devo fazer isso, que devo compartilhar isso com alguém.  É assim que sigo, sem questionar, a "palavra de Deus", voz interna às vezes sem palavras.

Esse texto pergunta: onde está Jesus?  E cada um deve obter a resposta interna.
 
 

4 comentários:

Núcleo disse...

Jesus, o que é que Ele tinha? O que fazia dele um personagem divino?

Ele tinha a percepção de que o universo da representação não é o universo real ou o "reino de Deus". A representação é o conceito mental (mente humana) do universo criado por Deus. A revelação de Jesus contida na Bíblia é: "Vós sois deuses". "Vós sois a Luz do mundo." O homem tem a intenção de "harmonizar" o universo que Deus criou. Mas este não é o universo criado por Deus. Este é um universo criado pela mente humana, que interpreta e julga o universo criado por Deus.

Não há absolutamente nada a ser "consertado" no universo criado por Deus. Ele é infinito e multidimensional. É um universo "consciencial" e não físico. Nem por isso menos real. Nele há infinitas possibilidades e todas elas são onipresentes. Todos os acontecimentos registrados na história da humanidade, todos os animais extintos, todos os sistemas estelares que ainda são vistos pelo homem mas que não mais existem fisicamente (porque boa parte do universo físico visto atualmente é virtual), tudo está na Consciência do Ser. Tudo co-existe num eterno presente.

O que as pessoas buscam como realização humana, tais como: saúde, dinheiro, fama, etc. é ilusório. Todos os que tiveram tudo isso afirmaram que não bastou. Em contrapartida há aqueles que materialmente pouco ou nada possuem, mas que "estão saciados". Estes não dependem do que possuem ou das condições externas, por estarem conscientes de que tudo o que a mente cria como uma necessidade é apenas ilusão. Eles são livres porque percebem a ilusão e todas as formas de falsas necessidades criadas pela mente humana.

Tudo o que existe e é real está no universo consciencial e à disposição e alcance do homem. (Em termos bíblicos esta revelação está expressa na frase: "Filho, tudo o que Eu tenho é teu" e "É do agrado do Pai dar-te o reino"). Mas o ser humano procura pela imagem. E recebendo o que pede ele interpreta como sendo insuficiente. "Pedis mal", diria Deus. O mandamento divino (ou orientação correta) é sempre no sentido de "buscar em primeiro lugar o reino de Deus", e o homem continua buscando realizar seus desejos. Até que o homem perceba que "buscar a realização dos desejos é procurar por ilusões", ele continuará a buscar em vão...

"Eu" está novamente (como sempre) Se manifestando ao mundo para que as pessoas tenham vida e vida em abundância. A Luz está aqui no mundo, mas o mundo não a vê. Jesus apregoou o "reino de Deus"; a Seicho-No-Ie difundiu a "imagem verdadeira"; Goldsmith falou sobre o "universo espiritual"; "Um Curso em Milagres" expõe sobre a "Mente Una", mas relativamente poucos perceberam que eles se referem ao real universo da Consciência do Ser, que nós somos.

Este "universo consciencial" é real, mas quantos estão a sua busca? Alguns do Núcleo estão desfrutando e nas reuniões dão depoimentos de como a percepção consciencial muda substancialmente nossas vidas. Isso é bom, faz parte de um plano maior para o despertar das pessoas.

É a reação da Consciência aos desmandos do homem com a natureza. Quanto mais harmonia percebemos desse "universo consciencial" mais harmonia expressamos em nosso universo material.

Enfim, Jesus tinha essa consciência (e tem, porque em verdade Ele vive no universo consciencial, que por vezes é acessado consciencialmente). E o universo onde Jesus está é o mesmo onde estamos.

A paz seja com todos!

SERgio disse...

Pois é...Onde está Jesus?
Ou, Quem é Jesus?
Se existiu na história/representação,
significou um personagem através do qual a Consciência "Eu Sou" deu-se conta de Si Mesma , neste mundo de
aparências,de um modo que 'esse personagem' discerniu Quem verdadeiramente (E)ele É(era): o Cristo Universal-atemporal 'anterior'ao personagem Abraão...

Aliás,este SER Uno,claro,e a verdadeira Identidade de todos os personagens, na "Face Original".

Alguém tem dúvida? - Olha no "Lugar Correto"(Real)!
Ou,consulte,por exemplo,a Bíblia:
"Cristo É tudo em todos"{Col. 3:11)

Quando disse acima que "se existiu na história Jesus" ,referia-me a uma fonte pouco (ou nada)conhecida
a qual afirma que Jesus (pessoa) nunca existiu. E quem estaria por trás da "história Jesus" seria "um Senhor de Justiça,cujo nome é Assef Ben Berequias...

Mas, não importa se existiu ou não de fato(aparentemente falando) Jesus pessoa. O que importa é Mensagem Crística.

Cristo(EU Real)é o Único Ser Onipresente, e ninguém Existe realmente além do Onipresente.

Então,Quem é Cristo?

"Só há Um de nós",logo é EU!

E onde está Jesus(Cristo)?

Aqui/Agora!

Reverencio-ME!

SERgio

Gugu disse...

SERgio,

Grato por compartilhar suas palavras e por revelar a sua Face Original. Sem dúvida, essas palavras sou Eu Me expressando. Reverencio aquele Quem somos, a Face/Imagem verdadeira de todas as coisas.

Namastê!

SERgio disse...

Namastê!