"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

O ponto na lousa


Dárcio Dezolt


Se marcarmos um ponto da lousa com giz e perguntarmos: "Estão vendo este ponto?", a maioria responderá que sim. Entretanto, o que estaria sendo visto é o giz a encobrir o ponto. Assim, apagando o giz e repetindo a pergunta, aquele ponto da lousa será visto. O giz teria servido somente para mostrar ou definir o ponto real, através de seu sumiço pela ação do apagador.

Mudemos agora a questão para uma pessoa. Se apontarmos uma delas e perguntarmos: "Estão vendo aquela pessoa?" Igualmente a maioria dirá que sim. Entretanto, o que estaria sendo vista é a "personalidade" ou "eu aparente" a encobrir o ser apontado. A "personalidade", ao ser apontada, teria servido apenas de referência, tal como o "ponto de giz". Ao ser "apagada", a verdadeira identidade ali presente será vista: o Cristo! Deus manifesto como ser individual.

Assim como o "ponto real" já existia pronto na lousa, o VOCÊ REAL já existe pronto em Deus.
Confundir sua presença com o "eu aparente" equivale a confundir o "ponto na lousa" com o "ponto de giz". E saber separar um do outro é "conhecer a Verdade".

“Se é que tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus; que, quanto ao trato passado, vos despojais do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; e vos renoveis no espírito de vosso sentido; e vos revistais no novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade”
(Efésios 4: 21-24).


2 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom! Dessa vez Darcio Derzolt se superou no esforço de esclarecer pelos meios, sempre limitados da linguagem, o entendimento da Verdadeira Realidade.

Gugu disse...

Concordo. Gênero, número e grau!