"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

sábado, março 26, 2011

Excertos - Mooji


Mooji

- O Ser assume todas estas máscaras. O Ser esquece a si mesmo, e por isso parece descobrir o seu Ser. No entanto o Ser permanece puro todo o tempo.

- O ego atua num processo sutil de querer atingir a libertação final. Muitas vezes o ser humano quer estar livre enquanto ego, mas na verdade ele ele deve se livrar DO ego. Estar livre do ego é compreender sua irrealidade.

- Você já é Isto. Não precisa dar nenhum passo para ser Isto – o passo é um passo de compreensão.

- O mais elevado propósito de estar em um corpo humano é despertar para a Verdade que você é. Se for usado para outros propósitos, então o corpo é apenas o pijama do Ser: estamos dormindo nele.

- Esvazia-te completamente, para que Deus possa fazer uso de ti.

- Quando você não está aí, você é supremamente feliz. Quando você está vazio de barulho pessoal, você tem espaço para o mundo inteiro.

- Deixe passar o que pode passar; descubra aquilo que não pode passar.

- A mente é a "versão pirata" – não é o real.

- Você é humano e divino. Seus problemas humanos lhe ajudam a descobrir sua natureza divina.

- O que quer que você possa descrever não é aquilo que você é.

- Se você for rumo ao Um, conhecerá também a multiplicidade. Mas se você for rumo à multiplicidade, conhecerá apenas fragmentação. O cientista estuda o mundo; o Buda estuda a si mesmo.

- Qual é a sua posição quando mesmo o “eu”, que é o mais íntimo, é testemunhado? Não há resposta para esta pergunta – apenas puro Ver.

- Onde quer que a Consciência se manifeste, há condicionamento. Então, que chance temos? Todas as chances! Porque maya só pode lhe tocar se você se identificar com o corpo-mente.

- O Ser não precisa escapar da mente. A voz que está dizendo isso vem da própria mente. Não se identifique com isso.

- A natureza da ilusão é tal que, quando exposta, ela desaparece.

- Você já é livre, mas não está consciente de sua liberdade. Confie em minhas palavras quando eu digo que você já é livre; aja nelas como se você já soubesse que elas são verdadeiras.

- Grande energia foi posta para acreditar no falso, mas nenhuma energia é necessária para permanecer como a Verdade, porque ela brilha por si só.

- Tudo o que você precisa fazer é reconhecer sua verdadeira posição como a testemunha. Você precisa fazer isso apenas por um tempo, até que o feitiço seja quebrado. Mesmo depois disso as tendências mentais [vasanas] podem ainda surgir, mas daí sem nenhum poder, tal como a luz da lua em um dia de sol.

- Permaneça fixo no coração. A todo o momento, onde quer que a atenção vá, traga-a de volta para o Ser-Consciência. Gradualmente, ela permanecerá lá sem esforço. Esta é a única prática que se precisa fazer.

- “O que fazer?” é o mantra da mente. O silêncio é a resposta, mas a mente não compreende este conselho excelso.

- Apenas permaneça em silêncio dessa forma. Apenas fique quieto. Você não tem nada para “fazer”, nada para “entender”. Não toque na ideia que algo está faltando para você. Não toque em nenhuma ideia em absoluto!

- Deixe que cada pensamento venha e lhe toque, mas você não toque em nada. Assim, gradualmente, o barulho desaparecerá.

- Se você agarrar-se à intuição, à sensação “eu sou”, e não permitir que isto se conecte com nenhum outro conceito, se você apenas deixar que o “eu sou” incube em si mesmo – imediatamente, alegria e espaço prevalecerão. Espontaneamente existe a silenciosa e intuitiva convicção: “Eu sou o Ser atemporal, sem limites.” Isto não é um ensinamento, mas uma poderosa experiência interna – inexplicável.

- Você já é a paz que você está buscando. Fique em silêncio e saiba disso.

- Nós sentimos que estamos voltando para Casa; mas na verdade nós somos a Casa, e a mente está voltando. Essa é a experiência.

- Transcender o pensamento é transcender o mundo.

- Uma vez que é compreendido que a Consciência inclui tudo, e ainda assim está além de tudo, então a aceitação é completa. A aceitação não é pessoal – é um estado de ser. Um estado muito pacífico.

- O aspecto mais simples da autoinquirição é apenas manter-se no sentimento EU SOU, no sentimento de ser, existir. Deixe o sentimento EU SOU sem associações. Qualquer um pode fazer esse exercício – ele traz resultados imediatos.

- Atravessar essa ideia de “eu” é a chave mestra. Todas as dúvidas da mente e todos os mistérios do universo são esclarecidos com a compreensão do que é este “eu”.

- Apenas quando o sentimento de “eu” pessoal, limitado, funde-se com o Ser universal é que a verdadeira vida começa, e não antes.

- Tudo que é necessário você já possui em abundância.

- Mantenha sua atenção naquilo que é anterior à atenção, naquilo em que tanto a atenção como a falta de atenção é percebido, e que está além de ambos.

- Eu vim aqui compartilhar com vocês estas boas novas: Você é completo. Você é perfeição além do conceito de perfeição. Você é o princípio eterno – você já está aqui, imóvel, antes mesmo do conceito “eu sou” surgir. A partir do ponto de vista mais alto, você percebe tudo como sendo a sua brincadeira. Você é tudo que há.


Um comentário:

palavrasquesaemdaboca disse...

Muito bacana, as palavras de mooji são abençoadas!