"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

sábado, agosto 04, 2007

A complementação... do Segredo.


A Lei da Atração, apresentada no filme "O Segredo", está, agora, sob o domínio do conhecimento popular... do povão. A maioria das pessoas deve estar encarando "O Segredo" como sendo uma fórmula mágica para resolver todos os problemas da vida. O livro e o filme apresentam a lei da atração como sendo o maior e mais poderosa lei do Universo. Agora qualquer pessoa pode se sentir segura, confortável... o medo de todo o desconhecido, agora já pode desaparecer. Tudo que o homem tem de fazer é viver sua vida... satisfazendo todos os seus desejos, obtendo tudo o que ele quiser.(...)

Quem dera se fosse algo tão fácil e simples assim. A lei da atração pode até conceder ao homem tudo o que ele quiser. Com ela a pessoa pode se tornar incrivelmente rica, incrivelmente saudável, incrivelmente bem sucedida... mas não pode ser incrivelmente feliz. Porque a felicidade não está somente no campo da vida material. Antes de fazer parte da matéria, a felicidade se encontra principalmente no plano do espírito. Ela é mais espiritual do que material.

O ensinamento de "O Segredo" não é algo novo. Ele é um ensinamento antigo. Muitos autores do século 19 escreveram sobre esse assunto. Ele nunca foi um ensinamento escondido pelas pessoas mais poderosas do mundo. Sempre houve livros e mais livros falando à respeito deste assunto. Mas ele tinha um público pequeno. Rondha Byrne, autora do filme e do livro "O Segredo", fez um excelente trabalho, que foi o de levar esse conhecimento às pessoas do mundo inteiro. Mas tudo o que ela fez , foi vestir esses ensinamentos mentais com uma roupagem totalmente nova.

As pessoas, agora, podem ter acesso a este tipo de conhecimento... mas mesmo assim elas desconhecem muitas coisas sobre ele. O livro e o filme não falam dessas coisas. Nem mesmo a autora deve saber disso. Talvez alguns daqueles professores... quem sabe.

Mas nem todas as pessoas conseguirão obter os resultados prometidos no filme, porque tentarão concentrar todos os seus esforços em obter as coisas que desejam e satisfazer seus egos. Por mais que um homem consiga o que deseja, ele nunca irá se contentar, porque logo em seguida ele irá desejar algo maior. O ego humano não pode parar. Ele precisa ser assim, se quiser continuar sobrevivendo. E a maioria das pessoas irão se perder em seus egos. Irão se esquecer de voltar sua atenção para coisas mais simples e importantes como perdoar, viver em harmonia com as pessoas, cultivar um estado de gratidão por tudo, fazer o bem, ajudar ao próximo. Quem não proceder dessa forma dificilmente vai obter resultados na prática da lei da atração.

Uma pessoa que se ocupa em dedicar amor aos outros alcança algo muito mais valioso do que o ensinamento apresentado em "O Segredo". Quem dedica amor às pessoas, à vida, a si mesmo... chega uma hora em que essas pessoas recebem de Deus uma graça especial: a revelação do Verdadeiro Segredo. A lei da atração, se comparada com esse Verdadeiro segredo, não é nada; não tem importância alguma.

O Amor é o caminho que nos prepara para recebermos e compreendermos os mistérios de Deus. As coisas de Deus não podem ser entendidas com a mente ou com a intelectualidade... nem com os sentidos humanos. À medida que o homem vai dedicando cada vez mais amor à tudo e todos, ele vai aprendendo a se importar cada vez menos com as coisas que são objetos da intelectualidade, da mente e dos sentidos. E o homem aprende, aos poucos, a perceber a existência de algo invisível, mas sagrado... e começa a compreender a importância dessa substância invisível. O Amor é o caminho que liberta o homem da escravidão das coisas visíveis -- tudo o que é visível é limitado -- e passa a compreender o lado invisível da vida. Assim, ele alcança uma total liberdade interior. O Amor nos liberta das coisas do mundo e nos sintoniza com Deus. O Amor é o caminho.

7 comentários:

Mizi disse...

Muito bom o texto. É sensacional. Não temos o direito de pensar que o Segredo mental é tudo de que precisamos. Isso seria reduzir o ser humano a um conceito puramente material. O tal segredo pode ser usado para coisas mais importantes. Há coisas mais importantes do que a simples obtenção dos bens materiais. É muito mais importante, por exemplo, desenvolver o lado espiritual para sermos capazes de colocar esses bens a serviço da sociedade e de pessoas necessitadas. Acredito que quando pessoas fazem circular os bens materiais, tais bens acabam deixando de ocupar o lugar mais importante no palco do ser humano, caindo pra segundo, terceiro, quarto e até mesmo último plano. Quando aprendemos apenas o devido valor a cada coisa, percebemos o verdadeiro valor que elas possuem. Olhar tudo desse modo é ter um olhar voltado para o amor, como bem diz o texto. Quem passa a ter esse olhar, não sente a necessidade de diferenciar os locais e situações onde ele pode encontrar tal valor, pois para ele simplesmente TUDO está dentro desse valor e esse valor está dentro de TUDO. É importante frizar que esse AMOR não se trata daquele sentimento erótico a que as pessoas comumente chamam de "paixão". É muito mais do que isso. O Amor não é um sentimento no sentido literal da palavra, mas sim uma essência que surge diretamente no espírito humano e faz manter o funcionamento do Universo. Eu acho difícil falar de amor, pq as pessoas, inevitavelmente, associam o amor com o erotismo. As pessoas acham que não se pode amar amigos, não se pode amar animais, não se pode amar as situações boas da vida. As pessoas começarão a te achar um pervertido. Acreditam elas que o amor é um sentimento de retenção erótica entre uma mulher e um homem, apenas. É claro que existe amor entre essas relações (qd são relações saudáveis), mas o amor não é só isso. As pessoas não podem ter medo de amar nunca. Não podem ter medo de amar as pessoas, a família, as esposas, os esposos, os amigos, os animais, etc. Amor não é retenção. É doação. Quanto mais damos Amor, mais ele nos invade, pois ele surge no espírito e é regido pelas leis do espírito.

No mais, o texto é muito bonito e nos deixa alerta sobre como usar corretamente a lei mental da atração para disso fazer surgir as leis superiores do espírito (não que essas leis superiores prescindam de coisas desse tipo para serem acionadas e vividas, mas tudo que existe está ao nosso dispor para que possamos fazer BOM proveito. Senão não haveria motivos, nem propósito para tais coisas existirem. A existência não passaria de algo inútil).

Gostei bastante do texto. Parabéns!

Abraços!

Cris disse...

(Caramba...como vcs dois escrevem)

A lei da Atração não é tão fácil como o filme e o livro dizem, tem que estudar a fundo.
Já conhecia com outros nomes, é um conceito antigo que agora virou modinha e está meio deturpado. (Creio, posso, faço).
Mas acho que vc pode tbém conseguir amor e paz desejando...ou seja, usando a lei da atração. E lutando por isso.
A lei da Atração não diz que basta desejar...tu tem que querer, deixar as portas abertas, ter caminhos opcionais, confiar, ter gratidão pelo que já possui e pelo que ainda irá receber.
Assim, neste contexto...porque não podemos tbém desejar ter amor na nossa vida e na vida de todo mundo?
A paz e o amor tbém são conquistas,não chegam de mão beijada.
Digo em relação ao amor que doamos, e ao que recebemos das pessoas.
O amor de Deus é o único gratuito, que já temos mesmo (muitas vezes) sem merecer.

Gugu, vc escreve muito bem.
Take Care!
bjos.

Gugu disse...

É, cris...
Acho o mesmo que vc. eu acho que nada pode ser dito de forma absoluta. A pessoa já começa a receber os benefícios da lei da atração, simplesmente por estar praticando. Só que dependendo de uma série de fatores, os efeitos podem ser pequenos ou podem ser maiores.
Na bíblia diz que a oração de um justo muito pode em seus efeitos. Então sejamos tão justos quanto pudermos ser. Quanto melhores formos, acredito que maior será os resultados obtidos com a prática do 'Segredo'.

Bjinhuss p vc. =***

Cris disse...

Escreve aí, mocinho.
Gosto de ler seus textos.
Bjossssssss

Cris disse...

desistiu de escrever??

Amanda Cunha disse...

Gostei bastante do seu texto! Esse livro "O Segredo" nunca li. Até já tentei, mas não consegui. Quando começa a se falar em "ser milionário", em "conseguir qualquer coisa que queira", minha leitura simplesmente não evolui. E hoje, tentei ver o filme. Pensei: não leio o livro, mas ao menos terei uma versão sobre o que ele fala. Novamente, não consegui.Exatamente as mesma falas que me causaram repulsa no livro, me causaram um mal-estar terrível, um enjoo, vontade de vomitar. Não vi nem 2 min de filme. Desliguei, fui procurar na Internet algo sobre e encontrei seu texto! Ainda não compreendo bem os meus sintomas com relação a essa obra, mas seu texto tem alguma sintonia com o que penso sobre.
Grata.

Gustavo disse...

Que bom que gostou, Amanda.

Significa que sua busca é mais profunda do que apenas apenas querer satisfazer desejos materiais. Não que isso seja errado, mas a vida é muito (muito!) mais profunda do que isso. O verdadeiro tesouro e sentido da vida (felicidade, paz, alegria, realização) nós encontramos com a iluminação espiritual. Isso, dito em outras palavras, é o mesmo que buscar e encontrar Deus.

Grato por seu comentário.
Namastê!