"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

segunda-feira, agosto 15, 2022

Não há DEUS no Mal (Joel Goldsmith)


 


Não há Deus no Mal

Conhecer a Deus corretamente é Vida Eterna, e quando começamos a conhecê-Lo como Ser Completo, Puro, sem qualquer capacidade de exterminar uma nação ou punir pecadores – Deus que não pode causar doenças em pessoas inocentes ou mesmo em pessoas culpadas, Deus que não permite condições de guerra ou pobreza – nós nos libertamos, porque grande parte da causa do mal em nossas vidas é a crença de que de alguma forma Deus é a causa dele, o autor, o criador e o mantenedor dele.

Quando conhecemos Deus corretamente, temos um Deus que podemos amar com todo nosso coração e com toda nossa alma, porque podemos olhar para este mundo com suas injustiças, pecados e desastres e ser gratos por não haver Deus em nenhum dos males que assolam a humanidade. Quando retiramos Deus deles, retiramos a substância deles, e eles começam a se destruir. Eles começam a se dissolver.

Deus nunca está em qualquer forma de força – "nem por força, nem por poder, mas pelo meu Espírito". Não há mal onde está o Meu Espírito, pois onde está o Meu Espírito, há liberdade. (Zacarias 4: 6.)

O mundo deve despertar. Ele deve despertar para a realização da verdadeira Natureza de Deus, a fim de remover a causa do mal. Algumas pessoas acreditam que as guerras são justas, e que Deus está de um lado ou de outro. Deus está do lado das pessoas matando! Deus do lado das pessoas que assassinam homens, mulheres e crianças inocentes! Deus não poderia estar em uma guerra. Deus não está no tornado; Deus não está na tempestade: Deus está na Voz mansa e silenciosa.


segunda-feira, julho 04, 2022

UCDA e a prática da Observância, Presença e Aceitação


Amigos leitores, recomendamos assistir também a este vídeo, que traz mais explanações sobre questões fundamentais do ensinamento de Um Curso de Amor.
.
.
.
.



VOCÊ PODE SABER MAIS SOBRE O QUE É "UM CURSO DE AMOR" ATRAVÉS DOS SEGUINTES LINKS:

* Site oficial do Brasil: https://www.umcursodeamor.org
Grupo Telegram: t.me/umcursodeamor

sábado, junho 25, 2022

Introdução a Um Curso de Amor e sua relação com UCEM




Caros leitores, o vídeo acima traz uma excelente exposição de Rodrigo Cayres  sobre o livro "Um Curso de Amor" e sua relação com o seu antecessor "Um Curso em Milagres". Recomendamos fortemente tomar conhecimento deste vídeo. Namastê!
.
.
.
.

quinta-feira, março 03, 2022

Viva uma vida plena

 

(Texto retirado do site oficial do Brasil de "Um Curso de Amor")


O que precisamos para começar a viver uma vida plena? Como podemos viver uma vida feliz e significativa? O que precisamos fazer para sentir que a nossa vida vale mesmo a pena? O que significa viver plenamente?

Um Curso de Amor (UCDA) nos oferece respostas práticas e valiosas para essas questões. O livro aborda o tema partindo do entendimento convencional que a cultura predominante nos passa em relação a viver uma vida plena:

"Cada um de vós tem uma ideia daquilo que acreditas ser uma vida plena. Para alguns de vós, incluiria casamento e filhos; para outros, carreira, compromisso religioso, ou empreendimentos criativos. Alguns pensariam em viagens e aventuras, amizades ou segurança financeira. A maioria de vós pensará em ter uma vida longa."

Existe a tendência de pensar que necessitamos realizar algo grande, algo que o mundo rotula como um “sucesso”, para que possamos sentir que nossa vida é plena e significativa.

Normalmente essa crença inclui viver uma vida atarefada, em que o sucesso finalmente chega após muito esforço e dedicação. No geral não vemos um valor intrínseco em simplesmente estarmos vivos—exceto talvez na infância—,em existir em relacionamento com o todo e expressar-nos por meio de tais relacionamentos.

Talvez esse foco em fazer surgiu como resultado de nosso esquecimento de quem realmente somos—de quem nosso Ser autêntico é. Nosso valor passou a ser avaliado com base no que fazemos e não em quem somos.

Ao substituir nosso real Ser, que é nosso “rosto original”, por um ser egoico desprovido de valor intrínseco, a ideia de viver uma vida plena passou a ser atrelada a realizações externas.

Você estaria disposto a deixar tais padrões de pensamentos para trás? Poderia fechar seus olhos por uns instantes e começar a sentir que você é belo, apreciado e valioso tal como é agora, independentemente de sua situação financeira, grau de escolaridade ou de realizações profissionais? Escute isto:

"Tu, que tanto buscaste a felicidade sem encontrá-la, regozija-te. Ela não está perdida. A felicidade não requer que a definas ou que lhe atribuas um nome para que possa ser tua.

Acaso não te lamentas há muito tempo de que, se soubesses o que te traria felicidade, certamente o buscarias? Acaso não afirmas há muito tempo que, se soubesses o que traria significado à tua vida, certamente o farias? Não desejas, há muito tempo, saber teu propósito? Receber uma meta que satisfaria o anseio em ti? Não oraste por sinais ou leste livros que te prometiam uma série de passos a serem dados para levar-te aonde queres ir, apenas para reconhecer que não sabes onde é esse lugar?

E acaso não ficaste impaciente com conselhos, com professores e com cursos a estudar? Não te sentiste no limite de tua paciência com a instrução? Não sentiste o chamado para viver, crescendo intensamente em ti durante o dia? Não estás ansioso para dizer: “dize-me o que fazer e o farei”? Não estás pronto para a certeza acima de qualquer coisa? Não estás pronto para parar de estudar e começar a viver?

Não tens ficado cada vez mais convencido de que não tens vivido, e tens te perguntado o que é que tens feito? Não cansaste daquilo que se passa por vida em teu mundo? Não estás simplesmente pronto para parar com o modo como as coisas têm sido e começar de uma maneira nova?

Toda essa frustração e impaciência vêm se acumulando. Esse acúmulo foi necessário. Agora, como uma explosão prestes a acontecer, apenas um gatilho é necessário para que seja disparada. Com o seu disparo, o novo pode começar.

Este Curso é apenas um gatilho. Essas palavras, o prenúncio à explosão.

Talvez isso seja desapontador para ti, mas é tudo o que é necessário. Se pudesses fazer isso verdadeiramente por um instante, tu experimentarias tudo o que é santo e serias para sempre novo. Isso é assim porque estás pronto para o próximo passo, o passo de se engajar com a vida. O passo de viver a partir do amor.

Esse é o convite para acolher este dia sem preocupação, decepção ou planejamento. Esse é o convite para acolher teu Ser e encontrar teu Ser neste dia.

Não requer novos planos. Não pede que tomes decisão alguma. Não pede que faças nada novo. Pede apenas que te desocupes do velho para que o novo possa chegar. Pede apenas que escutes teu coração e permitas que teu Ser seja ouvido.

Não posso te dizer aqui o que ouvirás. Como posso fazê-lo, quando cada um de vós ouvirá a resposta de vossos corações? A resposta que apenas tu podes ouvir. Não existe molde, nem forma, nem resposta padrão.

É por isso que todas as respostas te decepcionaram no passado. Tua resposta não é igual a nenhuma outra. Não importa quanta sabedoria a resposta de alguém possa ter, não é a tua resposta."

Viver uma vida plena significa responder ao chamado, que é único para você. Não se trata de um chamado necessariamente relacionado a fazer algo, mas certamente se trata de ser o seu Ser—de expressar aquele aspecto da criação que é unicamente seu.

Embora compartilhamos o mesmo Ser ou consciência Crística — a consciência da Unicidade ou força de vida que anima a todos os seres sencientes —, cada um de nós existe como um ser individual ou pessoal, para expressar um aspecto particular da criação.

"Portanto, as sementes de tudo que podes expressar existem “dentro” de ti, na criação que tu és. O poder da criação é liberado através de tua escolha e de tua vontade de expressar esse aspecto da criação.

É literalmente verdade que as sementes de grande parte da criação repousam adormecidas dentro de ti, já realizadas, mas esperando serem expressas neste reino da fisicalidade.

Ser quem tu és é o que és chamado a fazer. É pedido a ti que vivas uma vida tão fluida como a das aves no céu. É pedido a ti que vivas uma vida onde não haja divisão entre quem tu és e aquilo que fazes. Esse lugar sem divisão é o lugar da unidade."


"A única diferença entre a vida que vives e a vida que queres, repousa em tua vontade de expressar quem tu és. Tudo o que deves fazer é reconhecer, com plenitude de coração, o tesouro que já escolheste trazer ao mundo. Teu coração te fala desse tesouro e te guia a abrir o baú e revelá-lo ao mundo." 

(Um Curso de Amor)


Texto retirado do site: https://umcursodeamor.org/viva-uma-vida-plena/


______________________

* Site oficial do Brasil: https://www.umcursodeamor.org
* Grupo Telegramt.me/umcursodeamor

segunda-feira, dezembro 20, 2021

Você pode Mudar sua Vida



"Estou te chamando ao novo. Estou te chamando a transformar. Estou te
chamando à consciência Crística. Estou te chamando à consciência eterna,
mesmo enquanto ainda habitas na forma. Ser ciente ou consciente da
consciência eterna enquanto ainda habitas na forma é ser totalmente
consciente de que tens vida eterna." 

(Um Curso de Amor)

sexta-feira, junho 18, 2021

Um Curso de Amor




Com imensa alegria, quero apresentar a vocês esta Obra-prima brilhante intitulada Um Curso de Amor, que acabou chegar ao Brasil em idioma Português. Bem aqui, diante de você, está uma valiosa oportunidade de ter contato com um dos maiores Tesouros de todos os tempos jamais visto sobre iluminação espiritual. Uma Revelação advinda diretamente da Fonte Divina de onde provém toda a Vida e à qual toda a Vida está unida. É um ensinamento de Luz, Alegria, Descanso, Gentileza, Conforto e Amor, que fala diretamente ao nosso coração e nos faz reconhecer a radiante e sagrada Verdade de Quem Nós Somos em unidade.

O estudo desta Escritura Sagrada tem o poder de impactar as profundezas de nosso ser e ocasionar uma majestosa transformação, primeiramente em nosso santuário interior e posteriormente no mundo em que temos a experiência de estar vivendo, até que toda a Vida se torne divina, sagrada, feliz, abençoada, bem-aventurada... uma completa realização do Amor Crístico.

As verdades contidas nesta Obra proporcionam o objetivo da oração que diz:

"Senhor,
Do irreal, conduz-me ao Real,
Das trevas, conduz-me para a Luz,
Da morte, conduz-me à Imortalidade."

Não há muito mais a dizer. Ao estudar este Curso, você estará colhendo de uma fonte de Sabedoria sem igual. Você encontrará respostas para todas as perguntas. E, além das respostas, encontrará a Verdade que o fará ser "Um" com a própria Verdade, um com Cristo, o Filho Amado de Deus que vive aqui e agora debaixo da Graça divina que O permite desfrutar das infinitas bênçãos celestiais.

Este único livro vale por todos os que já foram escritos até hoje.


* Links para acesso a Um Curso de Amor:



- Os primeiros 24 capítulos do livro foram disponibilizados gratuitamente. Você pode acessar o arquivo PDF clicando aqui

* Site oficial do Brasil: https://www.umcursodeamor.org
Grupo Telegram: t.me/umcursodeamor

terça-feira, abril 27, 2021

A Compreensão Absoluta (Wu Hsin)




Acredita-se que Wu Hson viveu entre 403 - 221 a.C, na China, sem anos depois de Confúcio. Seu nome significa literalmente 'não-mente', e quase não há vestígios sobre ele.

“Não se apegue a nenhum método, caminho ou professor.
A corda que te resgata do rio também pode ser usada para te enforcar”.
(Wu Hsin)

“Muitos dias de silêncio são necessários para se recuperar da futilidade das palavras”.
(Wu Hsin)

“Ninguém pode ter o suficiente daquilo que não satisfaz”.
(Wu Hsin)

“A quietude não é a ausência de pensamento. A quietudo é anterior a ambos. A ausência e a presença. Ela não pode ser criada, mas pode ser encontrada”.
(Wu Hsin)
.
.
.

quinta-feira, março 25, 2021

Nova Luz sobre a Lei Cármica (Goldsmith)

- Joel S. Goldsmith - 


Embora o Caminho Infinito lance toda uma nova luz sobre o ensinamento do carma e da lei cármica, poucos estudantes percebem a diferença entre a abordagem tradicional e essa nova luz, a qual ensina que, quando você se eleva além da consciência humana até a consciência espiritual, não há lei cármica, não há lei de causa e efeito, não há lei segundo a qual você colherá o que semeou. Essas são superstições da mente humana, são crenças criadas pelo homem.

A lei de colher aquilo que semeamos, a lei cármica, atua somente no nível humano da consciência. Não existe lei cármica na dimensão espiritual da consciência.

Ora, já vimos a lei cármica ser anulada várias vezes. Toda vez que uma doença infecciosa ou hereditária foi vencida por tratamento metafísico (espiritual), a lei de causa e efeito foi anulada, e assim ficou provado que, na verdade, não existe tal lei. Na consciência espiritual não existe lei de doença, nem lei de causa e efeito, nem lei de colher o que plantamos.

Mas, embora em certa medida todos nós estejamos sob a lei cármica, ela não é o fundamental na minha vida ou na sua, porque, na medida em que a Graça de Deus nos toca, nós nos libertamos dela. Sofremos menos infecções e contágios, menos depressões, menos mudanças negativas no sistema político e econômico. Em certa medida, aqueles que avançaram no desenvolvimento espiritual a ponto de ler este livro (!!!) estão sob a Graça, mas, mesmo que não tenham atingido a plenitude de uma vida pela Graça, cada um deve, a esta altura, saber como vencer os efeitos da lei cármica.

Se alguém nos procura doente por causa da ação de uma lei material de um ou outro tipo - através de pecado, falsos apetites ou falso desejo - a maioria de nós sabe que, quando nos retiramos para o nosso interior e tocamos o Espírito, libertamos aquela pessoa, que é então curado de resfriado, tuberculose ou câncer, de alcoolismo, jogo ou toxicomania, ou mesmo de deformidades físicas.

Sofrer é resultado da violação da lei cármica, e se, através de seu estado iluminado de consciência, você é capaz de libertar uma pessoa, então você anulou a lei cármica. Pela Graça, por ser tocado pelo Espírito de Deus, você afastou aquela pessoa da penalidade da lei. Toda vez que você é um instrumento através do qual ocorre uma cura, toda vez que uma pessoa toca sua consciência e consegue liberdade em alguma medida, toda vez que alguém é curado de doença pela qual sofria por violação da lei, sua percepção da Graça Divina liberta-o dos efeitos da lei cármica. Toda vez que você faz com que o Poder de Deus influencie a experiência de alguém que pecou e, no sentido humano, está sofrendo a punição, ele é libertado dos efeitos de seus próprios pecados pela Graça.

Ao lidar com um paciente, eleve-se muito acima da tentativa de saber se ele está colhendo da carne ou do Espírito.  Na realidade, você precisa deixar seu paciente em paz. Você não pode levá-lo para dentro de seu pensamento. Para você, não deve fazer diferença se está tratando um santo ou um pecador, se está tratando uma pessoa com resfriado ligeiro ou nos últimos estágios do câncer. Você precisa esquecer tudo isso e, em seu interior, elevar-se acima de causa e efeito até alcançar, em seu interior, aquele Reino de Deus. Então o Cristo toma conta e aquele Espírito de deus, o mesmo Espírito que ressuscitou Lázaro dentre os mortos vivificará seu corpo mortal, assim como o de seu paciente ou estudante.

Alguns de nós testemunharam esse Poder da Graça em seu trabalho nas prisões. Vimos prisioneiros sendo punidos por coisas pelas quais humanamente deviam ser punidos, mas, quando algum impulso os levou a procurar Deus, foram beneficiados por livramento condicional, perdoados ou de alguma outra maneira livrados da sentença que lhes pesava sobre os ombros. A lei cármica tê-los-ia mantido sujeitos a seus crimes e, de acordo com a justiça humana, eles teriam cumprido todo o tempo de sua sentença na prisão. Mas não de acordo com a Lei Divina de perdoar setenta vezes sete, de não-condenação. A Graça transcende a lei.

Quando os necessitados o procuram, é fácil ver que a lei de causa e efeito está atuando. Vem então a sua parte de libertá-los e ser libertado. 

Embora, como ser humano, você esteja submetido à lei, após reconhecer que só sofre por causa da aceitação universal da lei cármica, você deixa de lado a lei. Mas como fazer isso? Reconhecendo que a lei de causa e efeito não é poder, somente a Graça é Poder! A lei atua em nível de crença, então a violação da lei também é apenas uma crença.

No momento em que você percebe que vive pela Graça, a tentação de fazer alguma coisa de natureza imprópria - mentir, roubar ou cometer outros crimes - desaparece. Quando você compreende não viver só de pão, por que furtar pão? Quando entende que não vive só por dinheiro, por que ser avaro?  No momento em que percebe que não obtém satisfação  do mundo exterior sob a forma de suprimento, prazer ou companhia, você está sob a Graça e você está livre.

Se mantém alguém sujeito à lei do carma, você também se sujeita. Se o libertar, você também se liberta, porque só existe um 'Eu". O que você faz a outrem volta a você; o pão que lança às águas volta a você. Você sofre apenas porque está se mantendo sob a lei de causa e efeito, mas pode caminhar sobre as águas da vida, na compreensão de que, como Filho de Deus, não está mais sujeito à lei, porque vive sob a Graça. Toda vez que uma discórdia entrar em sua experiência, simplesmente sorria: "sim, isso ainda é uma parte da lei, mas eu estou sob a Graça, e a lei não é poder. Essa lei não prende o Filho de Deus".

"Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida" - "Eu" sou a Lei! Até estar livre em sua verdadeira identidade, haverá leis atuando em você; mas elas não são leis de Deus, são leis criadas pelo homem.


sexta-feira, fevereiro 26, 2021

Deus e o Universo

- Swami Sivananda -


O universo é um mistério. No princípio apenas Brahman, o Absoluto, existia. Antes que esse mundo se projetasse, produziu-se em Brahman uma vibração, um pensamento: “Sou Um, que Eu Me converta em muitos”.

Brahman projetou este universo sem ser afetado de nenhum modo. O Absoluto não é afetado pelo processo do mundo que se produz em seu interior, do mesmo modo que a chuva não molha o céu. Brahman, por meio de seu poder, Shakti, pode adotar todas essas inumeráveis formas. Por Seu mero desejo, pode produzir inumeráveis mundos.

Todo este universo é o corpo de Deus. Este mundo não é um mundo de matéria inerte; há nele uma Presença viva. O Absoluto se manifesta como o universo através das formas distintas.

.

.

quinta-feira, fevereiro 18, 2021

Quando sei Quem Sou


Certa vez, Rama, com um olhar arteiro, perguntou à Hanuman: "Você é um homem ou um macaco?"

Com as mãos unidas e cheio de reverência, Hanuman respondeu: "Senhor, quando eu não sei quem sou, eu sirvo a Ti. Quando eu sei quem sou, eu e você somos Um."