"MAIOR É O QUE ESTÁ EM VÓS DO QUE O QUE ESTÁ NO MUNDO." (I JOÃO 4:4)

quinta-feira, março 03, 2022

Viva uma vida plena

 

(Texto retirado do site oficial do Brasil de "Um Curso de Amor")


O que precisamos para começar a viver uma vida plena? Como podemos viver uma vida feliz e significativa? O que precisamos fazer para sentir que a nossa vida vale mesmo a pena? O que significa viver plenamente?

Um Curso de Amor (UCDA) nos oferece respostas práticas e valiosas para essas questões. O livro aborda o tema partindo do entendimento convencional que a cultura predominante nos passa em relação a viver uma vida plena:

"Cada um de vós tem uma ideia daquilo que acreditas ser uma vida plena. Para alguns de vós, incluiria casamento e filhos; para outros, carreira, compromisso religioso, ou empreendimentos criativos. Alguns pensariam em viagens e aventuras, amizades ou segurança financeira. A maioria de vós pensará em ter uma vida longa."

Existe a tendência de pensar que necessitamos realizar algo grande, algo que o mundo rotula como um “sucesso”, para que possamos sentir que nossa vida é plena e significativa.

Normalmente essa crença inclui viver uma vida atarefada, em que o sucesso finalmente chega após muito esforço e dedicação. No geral não vemos um valor intrínseco em simplesmente estarmos vivos—exceto talvez na infância—,em existir em relacionamento com o todo e expressar-nos por meio de tais relacionamentos.

Talvez esse foco em fazer surgiu como resultado de nosso esquecimento de quem realmente somos—de quem nosso Ser autêntico é. Nosso valor passou a ser avaliado com base no que fazemos e não em quem somos.

Ao substituir nosso real Ser, que é nosso “rosto original”, por um ser egoico desprovido de valor intrínseco, a ideia de viver uma vida plena passou a ser atrelada a realizações externas.

Você estaria disposto a deixar tais padrões de pensamentos para trás? Poderia fechar seus olhos por uns instantes e começar a sentir que você é belo, apreciado e valioso tal como é agora, independentemente de sua situação financeira, grau de escolaridade ou de realizações profissionais? Escute isto:

"Tu, que tanto buscaste a felicidade sem encontrá-la, regozija-te. Ela não está perdida. A felicidade não requer que a definas ou que lhe atribuas um nome para que possa ser tua.

Acaso não te lamentas há muito tempo de que, se soubesses o que te traria felicidade, certamente o buscarias? Acaso não afirmas há muito tempo que, se soubesses o que traria significado à tua vida, certamente o farias? Não desejas, há muito tempo, saber teu propósito? Receber uma meta que satisfaria o anseio em ti? Não oraste por sinais ou leste livros que te prometiam uma série de passos a serem dados para levar-te aonde queres ir, apenas para reconhecer que não sabes onde é esse lugar?

E acaso não ficaste impaciente com conselhos, com professores e com cursos a estudar? Não te sentiste no limite de tua paciência com a instrução? Não sentiste o chamado para viver, crescendo intensamente em ti durante o dia? Não estás ansioso para dizer: “dize-me o que fazer e o farei”? Não estás pronto para a certeza acima de qualquer coisa? Não estás pronto para parar de estudar e começar a viver?

Não tens ficado cada vez mais convencido de que não tens vivido, e tens te perguntado o que é que tens feito? Não cansaste daquilo que se passa por vida em teu mundo? Não estás simplesmente pronto para parar com o modo como as coisas têm sido e começar de uma maneira nova?

Toda essa frustração e impaciência vêm se acumulando. Esse acúmulo foi necessário. Agora, como uma explosão prestes a acontecer, apenas um gatilho é necessário para que seja disparada. Com o seu disparo, o novo pode começar.

Este Curso é apenas um gatilho. Essas palavras, o prenúncio à explosão.

Talvez isso seja desapontador para ti, mas é tudo o que é necessário. Se pudesses fazer isso verdadeiramente por um instante, tu experimentarias tudo o que é santo e serias para sempre novo. Isso é assim porque estás pronto para o próximo passo, o passo de se engajar com a vida. O passo de viver a partir do amor.

Esse é o convite para acolher este dia sem preocupação, decepção ou planejamento. Esse é o convite para acolher teu Ser e encontrar teu Ser neste dia.

Não requer novos planos. Não pede que tomes decisão alguma. Não pede que faças nada novo. Pede apenas que te desocupes do velho para que o novo possa chegar. Pede apenas que escutes teu coração e permitas que teu Ser seja ouvido.

Não posso te dizer aqui o que ouvirás. Como posso fazê-lo, quando cada um de vós ouvirá a resposta de vossos corações? A resposta que apenas tu podes ouvir. Não existe molde, nem forma, nem resposta padrão.

É por isso que todas as respostas te decepcionaram no passado. Tua resposta não é igual a nenhuma outra. Não importa quanta sabedoria a resposta de alguém possa ter, não é a tua resposta."

Viver uma vida plena significa responder ao chamado, que é único para você. Não se trata de um chamado necessariamente relacionado a fazer algo, mas certamente se trata de ser o seu Ser—de expressar aquele aspecto da criação que é unicamente seu.

Embora compartilhamos o mesmo Ser ou consciência Crística — a consciência da Unicidade ou força de vida que anima a todos os seres sencientes —, cada um de nós existe como um ser individual ou pessoal, para expressar um aspecto particular da criação.

"Portanto, as sementes de tudo que podes expressar existem “dentro” de ti, na criação que tu és. O poder da criação é liberado através de tua escolha e de tua vontade de expressar esse aspecto da criação.

É literalmente verdade que as sementes de grande parte da criação repousam adormecidas dentro de ti, já realizadas, mas esperando serem expressas neste reino da fisicalidade.

Ser quem tu és é o que és chamado a fazer. É pedido a ti que vivas uma vida tão fluida como a das aves no céu. É pedido a ti que vivas uma vida onde não haja divisão entre quem tu és e aquilo que fazes. Esse lugar sem divisão é o lugar da unidade."


"A única diferença entre a vida que vives e a vida que queres, repousa em tua vontade de expressar quem tu és. Tudo o que deves fazer é reconhecer, com plenitude de coração, o tesouro que já escolheste trazer ao mundo. Teu coração te fala desse tesouro e te guia a abrir o baú e revelá-lo ao mundo." 

(Um Curso de Amor)


Texto retirado do site: https://umcursodeamor.org/viva-uma-vida-plena/


______________________

* Site oficial do Brasil: https://www.umcursodeamor.org
* Grupo Telegramt.me/umcursodeamor

Um comentário:

Unknown disse...

🧡💜💚GRATIDÃO💙💛❤